O limite da excelência

Por Tempo de leitura: < 1 minuto

NAS CONVERSAS DO MUNDO dos negócios, o que antes era “o máximo” agora passou a ser o mínimo: atender com excelência, cuidando de cada detalhe para que a experiência do usuário, presencial, digital ou phygital, seja incrível. Traduzindo: digna de nota, digna de post, digna de vendas e, principalmente, de boas experiências. 

A excelência encanta por natureza e nunca é demais. Do latim excellentia, tem a ver com superioridade, primazia, grandeza, preferência, elevação. Segundo o verbete: 1. Qualidade do que é excelente. 2. Grau elevado de perfeição. 3. No mais alto grau, com primazia sobre todos. Para relacionamento com clientes, significa ultrapassar os limites do básico e criar uma referência de qualidade ímpar, de padrões altamente elevados, sem precedentes, acima da média e muito além das perspectivas. 

Ser excelente custa mais caro?

PUBLICIDADE

Tags:

Olá, tudo bem? Você já pensou em receber nossos conteúdos no seu e-mail?

Todos os dias, matérias exclusivas sobre a evolução da jornada do consumidor, tendências e comportamento direto na sua caixa de entrada. Cadastre-se agora e faça parte desse mailing.
É rapidinho!