A última das inovações, qual será?

Por Tempo de leitura: 2 minutos

GOVERNOS DE TODO O MUNDO estão cada vez mais preocupados com os impactos econômicos e sociais da alta exponencial de casos de depressão. Os custos de saúde e a perda de produtividade vêm se acentuando além do esperado. A OMS estima que quase 25% da população mundial já sofre de algum tipo de transtorno mental.

Dentro deste cenário, o empreendedorismo busca soluções. As três startups vencedoras do Pitch the Future deste ano, evento todo em Realidade Multiplicada, receberão investimentos pesados para escalar suas inovações no varejo.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Terceira colocada, a mexicana AyAy conecta pessoas 60+ dispostas a ensinar jovens que querem aprender a dançar. Estudos recentes da Universidade Johns Hopkins mostram que 30 minutos de dança por semana podem reduzir em até 30% a sinistralidade dos seguros de saúde e a necessidade de exames por wearable. A grande inovação dos fundadores é fazer com que os encontros sejam presenciais, para que haja “toque” e uma experiência didática mais eficiente. Para isso, salões compartilhados estão sendo construídos nas principais praças de atuação. Segunda colocada, a hAPPiness, de Londres, está indo na contramão dos Óculos Embrion e prometendo aos pais a oportunidade de conseguir até sete minutos da atenção de seus filhos diariamente, utilizando livros impressos em papel e brinquedos de madeira, inspirados no século 20. Drones fazem entregas periódicas por assinatura. Os próprios pais devem fazer a leitura dos livros, escritos por pessoas reais para atingir indicadores mais altos de conexão emocional. A promessa é de uma experiência única. A grande vencedora do evento foi a Almost Dead Poets Society, nascida no decadente Vale do Silício, que conquistou os algoritmos do júri com seu modelo de negócio baseado em franquias poéticas físicas. Com mais de 300 pontos espalhados pelos EUA e em plena ascensão para a Ásia e a América Latina, pequenas tendas são construídas em locais com circulação humana, nas quais poetas fazem atendimentos de 10 a 15 minutos, colhendo dados por meio de uma interação falada e escrevendo de forma manual e customizada um poema, que para clientes Diamond podem custar até US$ 80. A alta nas receitas de poemas por médicos nos últimos anos anima os empreendedores em relação ao potencial do negócio. Enquanto as autoridades não permitem passeios públicos em função da umidade negativa do ar, você pode acessar outras edições do nosso drops dentro dos seus próprios olhos, pensando em nós, *****, seu companheiro preferido. 
Tags:

Olá, tudo bem? Você já pensou em receber nossos conteúdos no seu e-mail?

Todos os dias, matérias exclusivas sobre a evolução da jornada do consumidor, tendências e comportamento direto na sua caixa de entrada. Cadastre-se agora e faça parte desse mailing.
É rapidinho!