Shutterstock

A Personalização do atendimento humano como estratégia

Unindo os investimentos em digitalização e o potencial relacional humano, a Full Time demonstra resultados expressivos em 2021

Por Tempo de leitura: 2 minutos

A personalização é sempre um ponto relevante na experiência do cliente. É fato que, para existir, ela depende de tecnologia e diferentes investimentos, mas será que também cabe no atendimento humano? Para a Full Time, a resposta é sim. Com a estratégia de seguir investindo em soluções de digitalização e automação de processos sem perder a essência do atendimento pessoal, a companhia obteve resultados expressivos de crescimento em suas operações em 2021, contabilizando alta de 47% em seu faturamento anual.
O principal motivo para o crescimento está no investimento que a companhia vem realizando gradativamente em áreas primordiais, como capacitação no atendimento, tecnologia e vendas. De acordo com o CEO da companhia, Eduardo Carvalho, a palavra de ordem na Full Time é personalização do atendimento e, por lá, 60% dos atendimentos são realizados por profissionais capacitados do outro lado da linha.
“2021 foi um ano marcado por muitos desafios, não apenas por conta da pandemia, mas também porque continuamos a investir em ações de personalização do atendimento humano, ou seja, imprimimos na essência da Full Time a valorização do atendimento feito de pessoas para pessoas e assim seguimos até hoje. Acredito que este é nosso diferencial, que nos impulsiona”, revela.
Fundada em 2002 com o objetivo de oferecer soluções específicas para o setor financeiro nas áreas de Televendas; Telecobrança; SAC; Prevenção de Fraudes; e Recuperação de Crédito Extrajudicial e Judicial, a Full Time acumula um crescimento de 600% de suas operações, nos últimos cinco anos.

PUBLICIDADE

Estratégia

Em 2021, a Full Time ampliou sua área de atuação em segmentos estratégicos da economia, tais como Varejo, Telecomunicações, Utilities, Seguros, Financeiros e Saúde. “Com o novo coronavírus, o segmento de Saúde, por exemplo, ganhou muito mais importância do que já tinha. Temos contribuído para que os atendimentos remotos, como os de telemedicina e agendamentos de consultas, por exemplo, sejam mais disseminados, muito mais ágeis e de fácil utilização”, explica o CEO. “Esse é um serviço que se estende aos mais diversos locais de atendimento da saúde – como clínicas, hospitais, laboratórios, operadoras de planos de saúde e assim por diante, em segmentos não apenas da medicina, como também da odontologia, fisioterapia, psicologia, entre outros.”
Para 2022, ano que, segundo os especialistas, promete ser de forte recessão, o executivo demonstra confiança: “Nossa projeção para 2022 é de crescer, no mínimo, 30%, justamente porque estamos de olho e já com operações em setores-chave como Saúde e Varejo. Além disso, inauguraremos também uma filial em Barueri, com 250 posições de atendimento apenas para atender ao setor de Varejo”, afirma. Atualmente, a Full Time emprega mais de 500 pessoas e atende clientes de patamares como CrediAtivos, Claro, Embratel, Sem Parar, Vivo, Ligue, Vip Telecom entre outros.

Olá, tudo bem? Você já pensou em receber nossos conteúdos no seu e-mail?

Todos os dias, matérias exclusivas sobre a evolução da jornada do consumidor, tendências e comportamento direto na sua caixa de entrada. Cadastre-se agora e faça parte desse mailing.
É rapidinho!